Mais construções, menos espaço para circular. Engraçado, né? Mas como tudo na vida podemos adaptar, não seria diferente com essa questão de metragem reduzida. Um exemplo é esse loft. Lofts geralmente dão a sensação de maior amplitude, por causa do pé direito bem alto, o que faz “crescer” o ambiente.

20134_nkro12a_01

Veja só como o pé direito alto permite um mezanino. O quarto fica no “segundo andar”, o que otimizou o espaço criado embaixo da escada, com pequenos nichos e armários, possibilitando, inclusive, que o microondas fosse embutido ali. Perfeito! Principalmente, para quem tiver previsto uma marcenaria inteligente no seu orçamento.

No espaço da cozinha, uma ilha de madeira foi acoplada com uma mesa de cavalete, preenchendo o espaço que ficaria aberto demais. Essa superfície extra é superútil na hora de cozinhar, não limitando o espaço apenas na bancada da pia.

Mas, cadê a geladeira? Está embutida, oras! Um frigobar na verdade, vai. Mas, tá valendo! Não são nada comuns no Brasil, mas lá fora elas já são feitas para ter portas que combinem com os móveis da cozinha. Incrível, não?

loft-pequeno-inspire-lifestyle1loft-pequeno-inspire-lifestyle2

Repare na primeira imagem, do lado direito da cozinha, um super closet, que foi disfarçado por persianas sob medida para cada nicho. O ambiente tem um número considerável de armários, mas que não dá pra notar de primeira, devido à cor e posição dos mesmos. Lembrando, o branco e outros tons mais claros sempre irão ajudar na amplitude, evitando aquela sensação de “coisas entulhadas”.

Esse modelo de pequeno apê é mais um que mostra as possibilidades de criar algo com pouco espaço, aproveitando cada centímetro que o local permite. Com lofts, você pode ter mais opões, como um “segundo andar”, deixando o espaço de baixo livre ou criando outros ambientes. Basta saber o que precisa e dividir tudo conforme suas necessidades. ;)

{Fotos via: Ikea}